Mural CMMC – Ilha do Mel / PR

Ilha do Mel - PR

Ilha do Mel - PR

Ilha do Mel

Farol das Conchas é cartão-postal, além de excelente mirante

Mais uma vez o Blog da CMMC Time Sharing – Turismo vem falar da  ilha do Mel. Muitas pessoas gostam desse lugar, então, por vocês, resolvemos fazer um novos Post sobre esse paraíso.

O tempo passa devagar na Ilha do Mel, o que incentiva as longas caminhadas rumo aos cartões-postais. Partindo de Nova Brasília, uma das trilhas mais bonitas e famosas leva ao Forte Nossa Senhora dos Prazeres, erguido no século XVIII nas areias da praia da

Incluir na bagagem uma dose extra de aventura é fundamental para quem segue rumo à rústica Ilha do Mel. Para início de conversa, o acesso ao paraíso é feito de barco, partindo de Paranaguá ou Pontal do Paraná. Uma vez em terra firme, prepare-se para encontrar ruas de areia salpicadas por casinhas simples de alvenaria onde carros não circulam. As caminhadas são regidas pela maré ou em meio a trilhas e, à noite, as lanternas são indispensáveis – não há iluminação pública na ilha.

O cenário idílico ocupa uma área de 27,5 quilômetros quadrados, sendo 35 quilômetros só de praias. A maioria é selvagem, emoldurada pela Mata Atlântica e com características únicas – Fortaleza é praticamente deserta, enquanto Encantadas é o point do agito e praia Grande oferece as melhores ondas para a prática do surf. A turma espalha-se entre as duas vilas – Nova Brasília e Encantadas – que abrigam campings, pousadinhas e restaurantes caseiros de frutos do mar. Falando em infra-estrutura, a ilha tem acesso limitado e recebe, no máximo, cinco mil pessoas por dia. É uma maneira de evitar a degradação e manter o despojamento.

O tempo passa devagar na Ilha do Mel, o que incentiva as longas caminhadas rumo aos cartões-postais. Partindo de Nova Brasília, uma das trilhas mais bonitas e famosas leva ao Forte Nossa Senhora dos Prazeres, erguido no século XVIII nas areias da praia da Fortaleza. A caminhada à beira-mar dura uma hora e vale o esforço – chegando na construção, suba até o topo para apreciar os canhões históricos e a belíssima vista panorâmica. Do outro lado da ilha, encare a escadaria que conduz ao Farol das Conchas, também com um visual desconcertante. Estique a passeio até a praia de Fora das Encantadas. Lá, uma gruta alimenta a imaginação dos ilhéus com lendas de sereias.

Mesmo batendo perna o dia inteiro, é bom guardar energias para a noite. Na alta temporada, os bares das vilas organizam forrós e shows de reggae que varam a madrugada. Ninguém fica parado e a paquera rola solta!

Fonte: Férias Brasil

Uma resposta

  1. Olá,

    Teremos muita satisfação em trabalhar com os seus grupos.

    Entre em contato e confira nossos valores.

    Segue apresentação da empresa:

    A Barca da Ilha é uma empresa de turismo náutico que atua no Litoral Norte do Paraná.

    O nosso objetivo é tornar a sua viagem agradável, inesquecível e realizadora. Temos orgulho em lhe proporcionar opções de lazer, belos visuais, boas sensações e mágicos momentos.

    Trabalhamos com toda a segurança e equipamentos de salvamento exigidos pela a Marinha do Brasil, com profissionais experientes, qualificados e habilitados pela Capitania dos Portos do Paraná. Somos associados à ABALINE, ADETUR e ao Ministério do Turismo.

    Dispomos de todo o receptivo necessário para a sua viagem ser inesquecível!

    Assista ao vídeo referente a matéria que fizemos no Programa pequenas Empresas Grandes negócios:

    Serviços oferecidos: Passeios, Excursões, Pescarias, Ecoturismo, Surf Trip e Fretes.

    Nossas embarcações possuem: Banheiro, Tela Plana, DVD, Microfone, Som Ambiente, GPS, Rádio VHF, Bússola, Fish Finder, Água Mineral, Café, Coletes Salva-Vidas e Balsas.

    Nossos Roteiros: Ilha do Mel, Ilha das Peças (Baía dos Golfinhos), Superagui, Guaraqueçaba, Salto do Morato, Paranaguá e Pontal do Sul.

    Informações da Ilha do Mel: São exatos 2.701 hectares de rochas, praias e áreas verdes – manguezais, restinga e floresta atlântica. A Ilha do Mel é a beleza mais luminosa da baía de Paranaguá. Quase toda sua área foi transformada em estação ecológica em 1982 e, mais tarde, em reserva da biosfera. Suas construções históricas remontam ao século XVIII. Sendo uma Reserva da Biosfera, título reconhecido pela Unesco.O embarque e desembarque podem ser feitos em Encantadas ou Brasília, onde pode-se localizar inúmeras pousadas, campings, centro de convenção localizado em Encantadas, restaurantes, panificadora, lojinhas, mercearias, postos de informações turísticas, posto policial, posto de saúde, postos ambiental, lan house (acesso à internet), igrejas, etc.

    Origem do Nome:
    A Ilha foi descoberta por um navio comandado por Hans Staden, que naufragou no dia 18 de novembro de 1549, na Ilha de Superagüi nas proximidades da Ilha do Mel, onde ao chegarem a Ilha da Baleia, onde até então era conhecida a Ilha do Mel, foi constatado o cultivo de mandioca pelos índios, que com ela produziam a farinha de mandioca e de acordo com o idioma alemão, a grafia utilizada para farinha é “mehl”, dando assim origem ao nome Ilha do Mel ou Ilha da Farinha.

    Conheça os principais pontos turísticos da Ilha:

    Gruta das Encantadas: Situa-se na parte meridional da Ilha, em grande paredão rochoso, sendo um local envolto em lendas e histórias fantásticas. Contam os Caigangues do Paraná que há muito tempo atrás, na Praia das Conchas, ao sul da Ilha do Mel, na gruta das Encantadas, viviam lindas mulheres que bailavam e cantavam ao nascer do Sol e ao crepúsculo. O canto delas era inebriante, dormente e perigoso para qualquer mortal. Se um pescador as escutasse, por certo perderia o rumo de sua embarcação, indo bater nas rochas e naufragar.

    Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres ou Fortaleza da Barra: Construção de 1767, feita por determinação do Rei de Portugal Dom José para proteger a Baía de Paranaguá. Em 1850, nesta fortaleza, o “Combate Cormorant” marcou a história de Paranaguá. O vapor de guerra inglês aprisionou três embarcações nacionais em decorrência do tráfico ilícito de escravos, originando a referida batalha. Durante a 2ª Guerra Mundial, para reforçar a defesa, foi instalado um complexo em forma de labirinto no Morro da Baleia, que fica acima da fortaleza. Hoje esse complexo foi transformado em um mirante, e pode ser visitado, pode avistar-se as Ilhas das Peças ou a Barra do Superagüi, um excelente lugar para admirar o pôr-do-sol.

    O Farol das Conchas: Construído em 1872, por ordem de Dom Pedro II, para orientar os navegadores da Baía de Paranaguá. Localiza-se no Morro das Conchas. O Farol das Conchas localiza-se no extremo norte da Ilha, no Morro das Conchas. No farol avista-se uma maravilhosa vista panorâmica da Ilha do Mel.

    Capela de São Francisco: Pequeno oratório construído ao pé do Cruzeiro, que guarda em seu interior várias imagens, sendo a devoção maior, dedicada a São Francisco de Assis, o Santo protetor dos animais. Situa-se no Morro Nhá Pina a uma altura de 151 metros acima do nível do mar.

    Principais Praias: Encantadas (não deixem de beber água das bicas), Prainhas, Brasília, Limoeiro, do Cassual, da Fortaleza, do Farol, Grande, do Miguel, de Fora, do Belo e Ponta Oeste.

    Opções de Embarque: Existem duas opções de embarque, por Pontal do Sul e por Paranaguá.

    Como chegar? A BR 277 é o meio mais rápido de acesso.

    Vindo do SUL, se você vem de Santa Catarina, Rio Grande do Sul ou Argentina pegue a BR 101 e siga até Garuva (litoral norte de SC) lá pegue a estrada que vai para Guaratuba rumo às praias do Paraná, pegue o Ferry Boat para Matinhos/Guaratuba e siga até Pontal do Sul, por fim siga as placas para o Terminal Público de Embarque para a Ilha do Mel.

    Vindo DO NORTE (BR-116), você tem duas opções:
    1) Vá até Curitiba e pegue a rodovia BR 277 em direção a Paranaguá, passe o pedágio e desça a serra. Depois entre na estrada que vai para Praia de Leste
    e siga até Pontal do Sul;
    2) 32 km antes de Curitiba, entrar à esquerda, rumo à Morretes (pela Estrada da Graciosa) e de lá até Pontal do Sul. A “Estrada da Graciosa” foi aberta em 1873, ela é um marco da época colonial e constitui-se hoje, numa das principais atrações turísticas do Paraná. Ao longo do trajeto (os oito km de paralelepípedos representam a parte mais sinuosa e bonita), as margens são cobertas por diversos tipos de flores silvestres. Você passará por rios e quedas d’água, todos limpos e próprios para banhos. Em Pontal do Sul, próximo ao embarque para a Ilha do Mel há estacionamentos seguros.

    EMBARQUE NESSA AVENTURA…

    Reúna seus amigos e familiares, deixe as preocupações de lado, aproveite toda a energia da natureza, renove-se e venha ser feliz!

    Agradeço e aguardo seu retorno!!!

    Atenciosamente,

    Anaia Sampaio D’Ávila
    Gerente Adm.

    BARCA DA ILHA TURISMO NÁUTICO

    Fone/Fax: +55 41 3455.1014
    Site: http://www.barcadailha.com.br
    Msn: barcadailha@hotmail.com
    Cadastur:18.028982.30.0001-6

    ………………………………………………………………………………………………………………………………..
    Os oceanos estão em perigo e você pode ajudar a mudar essa realidade!
    http://www.greenpeace.org.br/onda/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: