Mural CMMC – Florianópolis / SC

Nas praias do Leste, onde estão Mole e Joaquina, o surf e a paquera rolam soltos

O título de Ilha da Magia atribuído à Florianópolis faz cada vez mais sentido. Capaz de reunir natureza e patrimônio histórico preservados com infra-estrutura de cidade grande, a capital enfeitiça tanto os turistas que muitos acabam voltando… para ficar. São apenas 436,5 quilômetros quadrados, porém, capazes de abrigar praias paradisíacas, lagoas, dunas, trilhas em meio à Mata Atlântica, casario colonial, sítios arqueológicos, gente bonita e gastronomia de primeira. Haja encantos!

Os grandes atrativos de Floripa são as praias que dizem, chegam a cem. Em cada região, uma peculiaridade – no Leste, onde estão Mole e Joaquina, o surf e a paquera são as marcas registradas. Ao Norte, o mar calmo de Jurerê, Canasvieiras e Ingleses atrai famílias e argentinos. Já as praias do Sul são as mais rústicas e têm como cartão-postal a intocada Lagoinha do Leste. No quesito esportes, a ilha não é privilégio exclusivo dos surfistas. Generosa, incentiva à prática de muitos atividades dentro e fora d´água, como sandboard – descida de dunas em prancha de madeira -, wind e kitesurf, parapente e trekking.

Colonizada por imigrantes açorianos, a capital mantém em suas pequenas vilas as manifestações culturais e religiosas trazidas pelos portugueses. Nos povoados de Ribeirão da Ilha e de Santo Antônio de Lisboa as heranças estão preservadas ainda na arquitetura, no artesanato em cerâmica e renda e na culinária, à base de ostras produzidas na região. Falando em frutos do mar, eles chegam fresquinhos também às mesas dos restaurantes espalhados pela Lagoa da Conceição, no Centro da ilha. Por lá, concentram-se também a maioria dos bares, boates e cafés, garantindo burburinho e agito noturno o ano inteiro.

[fonte: Férias Brasil]

Anúncios

Mural CMMC – Ilha do Campeche

 

Águas cristalinas e inscrições rupestres são atrações da Ilha de Campeche

A Ilha do Campeche é uma das 18 que circundam a Ilha de Santa catarina. Oferece praia de águas cristalinas e, para os curiosos, rochas com inscrições rupestres que datam de cerca de 4 mil anos, feitas por uma civilização ainda desconhecida. O acesso ao local se dá por meio de uma viagem de barco, que dura aproximadamente 45 minutos.

Os visitantes – cerca de 700 nos dias quentes de verão – chegam das praias de Armação, Barra da Lagoa e Pântano do Sul. Empresas e até mesmo pescadores se dedicam ao transporte. Existem várias regras para visitar o local: o lixo não pode ser deixado na praia e nas trilhas, e as flores e plantas não podem ser retiradas.

Todos os 10 sítios arqueológicos podem ser visitados somente com a presença de guias. São cerca de 160 inscrições rupestres espalhadas pelos costões. Uma das atrações é o “ferro elétrico”, uma rocha com inscrições antigas que tem um magnetismo capaz de mudar o sentido de uma bússola. Na “pedra do vigia”, é possível visualizar 20 quilômetros de costa, incluindo as praias da Armação, Morro das Pedras, Campeche e Joaquina.

Mural CMMC – Florianópolis, SC

Florianópolis

Florianópolis

Capital de Santa Catarina é o destino preferido de muitos brasileiros quando o assunto é o Sul do País. Argentinos também costumam “invadir” a cidade para curtir suas belas praias. Descubra o que esse lugar cheio de magia tem a oferecer para seus visitantes.

Carinhosamente chamada de Floripa por muitas pessoas que costumam visitá-la e até pelos seus moradores, e também de Ilha da Magia, Florianópolis é uma cidade cheia de charme. Como se isso não bastasse, a cidade ostenta o título de a melhor qualidade de vida do Brasil.

Em Florianópolis o moderno se une ao histórico, em uma combinação harmoniosa também com as inúmeras belezas naturais. A oferta de praias chega a ser um exagero. Ou um “prato cheio” para os amantes da natureza e suas belas paisagens.

Principais atrações

Praias

Quem não gosta de praia certamente não vai ver tanta graça em Florianópolis. Elas podem até não ser as únicas atrações da cidade, mas com certeza são as “estrelas” para os turistas que visitam a capital catarinense. Tem praia para todo tipo de visitante, afinal, elas são mais de quarenta. Quem preferir praias com toda a infraestrutura pode ficar tranquilo, assim como os que forem atrás de praias semidesertas. Entre as mais badaladas estão a Praia da Joaquina, Praia Mole, Jurerê, Lagoinha, entre tantas outras. Na Praia da Galheta, onde chega-se depois de uma trilha de 300 metros a partir do norte da Praia Mole, o naturismo é opcional.

Lagoa da Conceição

A Lagoa da Conceição é um dos points de Floripa. Ela atrai não apenas turistas, mas também atletas de windsurfe, vela, kitesurfe, jet ski, entre outras modalidades, que escolhem o local para se exercitar. A temperatura média de 27ºC das águas durante o verão atrai muita gente para lá. Durante a alta temporada, no entanto, recomenda-se checar os relatórios de balneabilidade. O bairro que leva o nome da lagoa é o ponto turístico mais agitado da cidade, com inúmeros bares e restaurantes badalados. A noite mais agitada da cidade fica lá. É comum ter luau na Ponta da Areia, com shows de bandas locais.

Ponte Hercílio Luz

À noite, quando a Ponte Hercílio Luz é acesa, ganha vida o maior cartão-postal de Florianópolis. A ponte está interditada para carros e pedestres desde 1982, mas ainda é a cara da cidade e ostenta o tombamento pelo Patrimônio Histórico e Artístico. A Avenida Beira Mar, em suas imediações, é um ponto movimentado da capital catarinense, repleta de bares e restaurantes.

Mirante Manoel de Menezes

O mirante fica no Morro da Lagoa e oferece uma das mais belas vistas de Florianópolis. Em dias mais claros, é possível ver até o mar das praias da Joaquina e Mole. Boa parte da Lagoa da Conceição é garantida!

Mirante Ponto de Vista

Oferece exatamente a visão oposta a do Mirante Manoel de Menezes. Fica no alto do Morro da Barra e funciona das 10 às 19h30. No local há loja de artesanato e conveniência.

Ilha do Campeche

A Ilha do Campeche, em frente ao Pontal do Campeche, é o mais importante sítio arqueológico de Florianópolis. Há cerca de cinco mil anos, tribos primitivas viveram no local, comprovando a sua existência através da maior concentração de inscrições rupestres de Santa Catarina. Boa parte das inscrições foi dinamitada por caçadores de tesouros, mas ainda há muitos sinais gravados nos paredões de diabásio-preto, na parte oeste da ilha, na Praia do Mar Grosso. Uma das grandes atrações da Ilha do Campeche é o Morro do Norte, ponto mais alto do local, com 85 metros. Mas o passeio, que dura cerca de três horas, mostra muitas outras paisagens. Ele começa na Praia da Armação e Praia do Campeche, e termina na Ilha do Campeche. A trilha que faz o contorno na ilha é facultativa.

Centro histórico

Uma voltinha pela Praça XV de Novembro e arredores garante visitas aos casarões, além de uma ida ao Mercado Público Municipal. Ali ficam bares dos mais variados estilos e as manhãs de sábado costumam ser animadas por lá.

Projeto Tamar Sul
Rua Professor Ademir Francisco, s/n. Barra da Lagoa. (48) 3236-2015.

Desde abril de 2005, Florianópolis é sede da 22ª base do Projeto Tamar, que tem como objetivo conscientizar a população a respeito da conservação das tartarugas marinhas. No Centro de Visitantes, há monitores, sala de vídeo, exposição permanente, loja, entre outras coisas. Funciona de terça-feira a domingo, inclusive feriados, das 8h30 às 17h.