[Natureza] Oasis no Cerrado. Conheça Jalapão / TO

Localizado no leste de Tocantins, cortado por imensa teia de rios, riachos e ribeirões, todos de água límpida e transparente, com temperatura média de 30 ºC e área total de 34 mil Km2, o Jalapão é um verdadeiro oásis no meio do cerrado. Seu nome se origina de uma planta muito comum da região: a erva jalapa-do-Brasil.

O Jalapão abrange os municípios de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros, São Félix do Jalapão, Novo Acordo, Santa Tereza do Tocantins e Lagoa do Tocantins, ocupando uma área equivalente ao estado de Sergipe e que passou a condição de parque estadual a partir de 2001.

Na região existem seis rios: Sono, Soninho, Novo, Balsas, Preto e Caracol. A paisagem é árida, com vegetação rasteira que varia do cerrado baixo à campina. Matas de galeria surgem próximas aos rios, cachoeiras, lagoas, dunas de areia, serras e chapadões de até 800 metros de altura.

É praticamente impossível não se encantar com a beleza das cachoeiras da Velha, do Lajeado, da Fumaça e Brejo da Cama.

No Jalapão, a visão das dunas de 40 metros de altura, com suas areias finas e douradas, é inesquecível. Assim como um mergulho nas águas límpidas e transparentes da cachoeira do rio Formiga e ou a sensação de flutuar nas águas borbulhantes do Fervedouro. Um outro atrativo é o rafting no rio Novo, que corta boa parte da região.

A fauna é composta por veados-campeiros, tamanduás-bandeiras, antas, capivaras, lobos-guarás, raposas, gambás, macacos, jacarés e onças, além de cobras (sucuris, cascavéis e jibóias).Entre as aves estão tucanos, papagaios, araras-azuis, siriemas e emas.

É aqui que o cerrado revela seu lado surpreendente e o fascínio do lugar não deixa dúvidas: o ecossistema Jalapão é um extraordinário patrimônio natural e estamos trabalhando para desenvolvê-lo de modo sustentável.

O Jalapão apresenta, ainda, praias para acampamentos ótimas para banhos tranqüilos e demorados. A revista Isto é classificou o lugar como um dos 100 mais importantes do Brasil para se conhecer.

Por todo o percurso encontramos formações rochosas de cores e formas variadas como a Pedra Furada – um gigantesco morro de arenito onde a ação prolongada do vento e da chuva fez aberturas que se descortinam como um portão para o cerrado.

Em outra pedra situada em Novo Acordo, um empreendedor plantou uma morada íngreme e rústica no seu topo: o Hotel do Holandês (uma bela pousada com vista privilegiada de toda a região).
Imperdível conhecer a história e o artesanato de capim-dourado da comunidade dos Mumbucas, ex-escravos fugidos da Bahia.

Para conhecer essa região é preciso ter espírito aventureiro. Um prato cheio para quem está atrás de grandes emoções.

[Fonte: Brasil Viagem]

Anúncios