[Turismo] Toda a Beleza de Lençóis / BA

Lençóis – Bahia

Rio Pratinha - Lençóis / BA

Visitar Lençóis, portal de entrada da Chapada Diamantina e cravado no centro do estado da Bahia, é como visitar um mundo à parte. O encantamento com cenários só vistos mesmo por lá pode levar a uma grande viagem ao centro de si mesmo. A busca aos diamantes, que deu nome à região hoje foi substituída por quem quer presenciar algumas das maiores maravilhas naturais do mundo. Os tropeiros foram substituídos por outro tipo de aventureiros.

Sinta-se flutuando em poços de águas límpidas e refresque-se em cachoeiras cristalinas e troque experiências com outros trilheiros à noite, pra decidir o que fazer no dia seguinte. São mais de 40 trilhas em 152 mil hectares para todos os tipos de aventureiros, com uma coisa em comum: paisagens que fazem cair o queixo.

[Fonte: Ministério do Turismo]

[Praia] Conheça a Beleza de Canavieiras / BA

Canavieiras – BA

Canavieiras - BACanavieiras é um espaço ecológico situado na Costa do Cacau, região Sul do litoral baiano, composta por sete ilhas marítimas. Publicações especializadas destacam Canavieiras como o maior pesqueiro natural de robalo – um peixe de carne nobre – do Brasil, o que atrai para o lugar esportistas adeptos da pesca.
Banhada pelo rio Pardo a cidade tem ruas largas e um sítio histórico do início do século, de arquitetura agradável e colorida.
A ilha da Atalaia, situada em frente à cidade, tem 14 km de praia continua, coqueirais e áreas de manguezal que abrigam garças, papagaios, periquitos e andorinhas, mantendo o ciclo da cadeia alimentar de diversas espécies marinhas e fluviais.
A natureza, sempre presente, propicia a atividade turística e ecológica, permitindo longos passeios de bicicleta por trilhas selvagens, praias virgens, e muitos banhos de rio e de mar.

[fonte: Embratur]

[Paisagismo] Costa do Sauípe Lhe Aguarda!

Costa do Sauípe – BA

Paisagismo totalmente planejado para conseguir a integração perfeita com as belezas naturais.

A Costa do Sauípe é um dos mais bem estruturados complexos turísticos privados do Brasil. Está localizada a beira-mar, com seis agradáveis pousadas e cinco grandes hotéis, de alto padrão, administrados por redes internacionais. Dispõe de estrutura para a prática de diversas atividades esportivas, como quadras de tênis profissional, campo de golfe e centro náutico. Possui também espaços voltados para a realização de eventos e convenções de grande porte.
Conhecida pela natureza exuberante, a Costa do Sauípe localiza-se em área de proteção ambiental (APA). Para que os turistas conheçam as belezas naturais, são organizados passeios ecológicos na mata, nos rios e nas praias.
A Vila Nova da Praia é uma atração à parte na Costa do Sauípe. Sua arquitetura reproduz os típicos vilarejos baianos nas fachadas das casas, lojas e restaurantes. Lá, todo dia é possível conhecer mais sobre o folclore e as artes baianas em shows musicais, danças, mostras de artistas plásticos e oficinas de artesanato.
Na Vila, alimentação não é problema: quituteiras vendendo beijus e acarajés, restaurantes e barzinhos com mesas nas calçadas disputam a atenção dos visitantes. Para quem gosta de levar lembranças de viagem, há lojas variadas, oferecendo de produtos artesanais a sofisticadas jóias. Se precisar, o turista tem ao seu dispor tendas para massagens e até uma taróloga de plantão.

[Fonte: Embratur]

[Praias] Paraíso com o Clima Quente e Úmido

Principal cidade da Costa do Cacau, Ilhéus revela belezas raras

Principal cidade da Costa do Cacau, Ilhéus revela belezas raras: areias brancas, rodeadas por extensos coqueirais e cercadas por um mar azul esverdeado. Ao longo da orla central, os inúmeros ilhéus fluviais e marítimos justificam o nome da cidade. A baía é ótima para a prática de esportes náuticos, como windsurfe, laser, hobby-cat e caiaques. Rios, lagoas e cachoeiras permeiam a Mata Atlântica preservada, habitat de espécies raras como o mico-leão-dourado, tornando ainda mais bela essa cidade marcada pelos anos áureos da cultura do cacau. A história da cidade se confunde com a própria história da economia brasileira no século XIV, quando a matéria-prima do chocolate liderava as exportações do País. A cidade de Ilhéus abrigava o principal porto de escoamento da produção e fervilhava de pessoas, dinheiro, luxo e riqueza. O intenso intercâmbio com a Europa transformou a cidade em um verdadeiro caldeirão cultural, retratado pela prosa do célebre escritor Jorge Amado em seus vários romances, traduzidos para diversas línguas. Toda a opulência dos anos majestosos do “ouro negro” ainda hoje é percebida na arquitetura local, com suas ruas e praças de paralelepípedo, casarões e bares, como o Vesúvio, cenário do romance “Gabriela, Cravo e Canela”, onde, outrora, coronéis e intelectuais se reuniam. As belezas naturais e a magia de São Jorge dos Ilhéus, como era inicialmente chamado, foram ingredientes fundamentais para consolidar o principal pólo turístico da Costa do Cacau e o terceiro da Bahia – depois de Salvador e Porto Seguro. Atualmente, a cidade recebe por ano uma média de 220 mil visitantes, contando com excelente infra-estrutura de apoio, dezenas de hotéis e pousadas, um moderno aeroporto e o Porto Internacional do Malhado, que avança majestoso pelo mar aberto, como um grande braço de pedra com quase 1,5km de extensão.

[fonte: Embratur]

Mural CMMC – Camaçari / BA

Camaçari – Bahia

Um dos principais centros econômicos do Estado, Camaçari é, também, um dos cobiçados roteiros turísticos da Costa dos Coqueiros. Envolto por belas praias margeadas por coqueirais, o município encanta pelo vasto patrimônio natural e esbanja roteiros de natureza preservada. Exemplo disso são as várias unidades de conservação ambiental espalhadas em seu território.

Praias paradisíacas, ecoturismo, tranqüilidade, lazer e uma infra-estrutura de primeira qualidade. Camaçari, que tem 42 quilômetros de orla, abriga algumas das mais famosas praias do Litoral Norte da Bahia, conhecidas pela história e pelo conjunto de belezas naturais. Sede de um dos maiores pólos petroquímicos do país, o grande destaque local fica mesmo por conta da singela vila de Arembepe, famosa pelas praias de águas mornas e tranquilas e que resguarda, ainda hoje, a mais famosa aldeia hippie brasileira. Na década de 70, o lugarejo era um dos “points” mais cobiçados por artistas nacionais e internacionais, a exemplo de Janis Joplin, Caetano Veloso, Gilberto Gil e os Novos Baianos. Seja na busca por tranqüilidade ou por agitação, as praias do município têm destaque nos guias turísticos de todo o mundo.

Fonte: Brasil Turismo

Mural CMMC – Península do Maraú / BA

Península do Maraú

Península do Maraú  - BA

Taipús de Fora - Península do Maraú

A península de Maraú é um verdadeiro paraíso ao sul da Bahia com praias praticamente intocadas.

São 7 km de praias. Com seus gigantescos recifes e águas claras, Taipús de Fora lembra as praias mais lindas do Caribe. Esta visão deslumbrante de areias e águas claras é completada em um belo e extenso coqueiral. Ao Amanhecer, a maré baixa oferece suas piscinas naturais, propícias para a prática do mergulho livre. Foi eleita a sexta praia mais bela da costa brasileira pela revista Viagem e Turismo edição de numero 74 e Quatro Rodas – O melhor do Brasil edição 2002.

Fonte: Brasil Viagem

Mural CMMC – Itacaré /BA

Itacarezinho

Itacaré - BA

Itacaré - BA

Apesar do diminutivo, a praia é imensa.

O canto norte é também chamado Camboinha.

Com 3,5 km de extensão e muitos coqueiros a praia de Itacarezinho tem ondas boas para surfar. É um ponto de desova de tartarugas marinhas. Na ponta norte uma cascata de água doce desce da mata e cai diretamente na areia.
A praia possui hotel, bar e restaurante.

É uma praia extensa, com vários quilometros de comprimento, vegetação densa com coqueirais e manguezais Atrativos: boa para banho, caminhadas e surf.

Fonte: BrasilViagem.com