[Roteiro] Um Roteiro Completo de Maceió / AL

MACEIÓ – LINDAS PAISAGENS

Maceió

Maceió é dona de uma das paisagens mais lindas do nordeste. As praias de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca fazem a cidade ser conhecida por sua beleza. Com sol o ano todo e mar azul, a capital de Alagoas é emoldurada por coqueiros e conhecida por seus fortes ventos que sopram no final da tarde.

Como todo bom turista pensa em visitar Maceió, estão sendo oferecidas saídas de Fretamento em janeiro para os dias 01, 08, 15, 22 e 29, todos com 8 dias de duração. Quem escolher embarcar nesse passeio ainda poderá conhecer o rico passado histórico da cidade e sua variada e agitada noite, com bares e música ao vivo, boates e restaurantes para todos os gostos.

Os passageiros fazem o embarque em direção a Maceió e logo que se chega na cidade uma agência de receptivo local faz o translado até o hotel com o acompanhamento de um guia que orientará sobre todos os detalhes do pacote, horários e passeios incluídos. O restante do dia pode-se reservar para um descanso, ou para um passeio ao redor do hotel, ou, quem sabe, até um mergulho de final de tarde na praia mais próxima.

Já no segundo dia, é feita uma visita panorâmica, também chamada de city tour que percorre todas as atrações turísticas de Maceió. Antigos sobrados de Jaraguá, o Teatro Deodoro, a Praça D. Pedro II onde também se encontra a Catedral Metropolitana da cidade e o histórico Sobrado do Barão de Jaraguá. Não deixe de conhecer também o enorme Palácio Mariano Procópio e fazer o passeio de compras até o Núcleo Artesanal de Pontal da Barra. As fotos são obrigatórias para quem visita a Igreja dos Martírios e a Capela de São Gonçalo.

No terceiro dia, a sugestão fica para se conhecer o litoral sul, na famosa Praia do Francês, com suas águas de cores deslumbrantes e orla repleta de bons quiosques, bares e restaurantes. Seguindo mais ainda em direção ao sul é possível encontrar uma piscina natural cercada por arrecifes chamada de Barra de São Miguel, conhecida também por suas luxuosas casas de veraneio. Para finalizar o passeio, não deixe de dar um mergulho no Rio Niquín, você não irá se arrepender.

O quarto dia pode ficar reservado para o litoral norte, conhecendo praias belíssimas e primitivas que se destacam por suas águas transparentes, densos coqueirais e areia branca. Praia de Cruz das Almas, Riacho Doce e Paripueira são só as principais praias que se deve conhecer. Quando chegar na praia de Sonho Verde, faça uma parada para desfrutar a paisagem com um banho em sua água calma e morna, super relaxante, e você nem vai ver a hora passar.

No quinto dia, deixe para conhecer a Praia de Pratagy, também chamada de Mirante da Sereia. A praia além de linda, possui uma interessante estátua de sereia, totalmente cercada por coqueiros, um verdadeiro cartão postal para suas fotos.

Por que não separar o sexto dia para um passeio de saveiro? Sugestão imperdível que deve ser feita até a Barra de São Miguel, percorrendo a Lagoa do Roteiro e Ilha dos Corações, de beleza sem igual onde é feita uma parada para banhos. No retorno, aproveite para almoçar frutos do mar, especialidade da região.

No sétimo dia, reserve para curtir ainda mais Maceió. Passe uma tarde em Pajuçara e Ponta Verde e não deixe de visitar os shoppings da cidade, a moda verão sempre está nas vitrines, e o melhor: a preços irresistíveis.

E no oitavo e último dia, é hora de dar adeus a essa espetacular faixa litorânea nordestina e não ter dúvidas de que você conheceu um dos lugares mais lindos do Brasil.

[Fonte: Brasil Viagem]

Anúncios

[Praias] Encante-se Com Maragogi / AL

Maragogi - AL

Principal destino do Estado de Alagoas depois da capital, atrai visitantes de Maceió e Recife. Possui praias de ondas calmas, recifes e uma grande piscina natural conhecida por Galés. Da praia de Japaratinga, ao sul, uma balsa atravessa o Rio Manguaba para Porto das Pedras, local com praias desertas.

Maragogi inicialmente era um povoado chamado Gamela. Em 1887, foi elevado à categoria de Vila e passou a chamar-se Isabel, em homenagem à princesa que aboliu a escravidão no Brasil. Mais tarde, em 1892, recebeu o nome de Maragogi por causa do rio que banha o local. O nome, segundo historiadores, provém de Marahub-gy, ou rio das Maraubas.

[Fonte: Brazil Tour]

Mural CMMC – Maceió / AL

Alagoas

Maceió passou a ser capital de Alagoas em 1839. Hoje com aproximadamente um milhão de habitantes, a cidade possui cerca de 40 Km de litoral e 22 Km de lagoas e canais, desperta paixão pelas belezas naturais, culturais e históricas. O verde contagiante dos coqueiros que dominam toda a orla praiana pode ser apreciado de longe, em uma das jangadas de velas coloridas que levam você às famosas piscinas naturais formadas na praia da Pajuçara. Belíssimas praias de mar que tem tonalidades que oscila do azul e verde, com piscinas naturais a 02 km da costa. Museus, teatros, igrejas, bairros, históricos, artesanatos, gastronomia diversificada completam esse cenário inesquecível.

Praias emolduradas por coqueirais, um realce à ornamentação natural das paisagens. O coqueiro é expressivo na cultura e na história de Alagoas. Contribui com o desenvolvimento econômico; faz parte da culinária típica, tem representatividade no artesanato e na tradição popular.

O potencial cultural, representado nas manifestações folclóricas, diversificado artesanato são as indentidades da cultura alagoana. O artesanato, exposto nas portas das casas, é confeccionado pelas rendeiras, que tecem o Filé, renda tipicamente alagoana e ocupa importante posição na economia da comunidade.

 

Fonte: Brasil Turismo

Mural CMMC – Galés, Maragogi / AL

Galés em Maragogi

Galés, Maragogi - AL

Galés, Maragogi - AL

Conheça uma das mais belas formações coralinas do planeta

Estão à disposição passeios de catamarã às Galés (piscinas naturais) e visitas à Fazenda Marrecas, onde pode-se caminhar por trilhas na Mata Atlântica e curtir agradáveis banhos de bica, entre outras atividades.

Em meio a tantos atributos naturais, uma atração se destaca e extasia os visitantes em Maragogi. São os arrecifes de coral com flora e fauna riquíssimas, que na maré baixa formam belas piscinas naturais.
Estas formações coralinas integram a Área de Preservação Ambiental Costa dos Corais, que se estende de Paripueira, em Alagoas, até Tamandaré, em Pernambuco.

São 3 as áreas abertas a visitação: Galés, a quase 6 quilômetros do litoral, Taocas ao norte, e Croa de São Bento, ao sul. Todas incrivelmente belas.
A riqueza da fauna e da flora local impressionam. Logo na chegada os visitantes, em um primeiro momento, parecem não acreditar no que estão vivenciando. Passado o impacto inicial começam a exploração do paraíso.
Com snorkel e máscara de mergulho, a hora é de contemplação. Observar as diversas espécies de seres marinhos é deslumbrante e relaxante.

Fonte: Maragogi Online

Mural CMMC – Águas de Lindóia / SP

Águas de Lindóia

Águas de Lindóia - SP

Águas de Lindóia - SP

Balneário Municipal oferece toboáguas, fontes, banhos de imersão e massagens

Enquanto nos anos 60, 70 e 80 Águas de Lindóia era destino quase exclusivo da  terceira idade que chegava em busca dos hotéis de luxo e dos banhos terapêuticos, hoje o balneário atrai famílias e jovens atrás de diversão e aventura, mas com o mesmo sossego e as áreas verdes de outrora. A natureza, aliás, é a estrela dos novos tempos, servindo de pano de fundo para atividades como rafting, rapel, trekking, cascading, tirolesa, off road, cavalgada e arvorismo, além do vôo livre, praticado no Morro Pelado. A montanha fica a 1.400 metros de altitude e é um dos cartões-postais da região.

Para quem está com os filhos, os esportes radicais dividem a atenção com um outro atrativo – o Tecnorama, um parque temático onde crianças e adultos brincam de cientistas e participam de dezenas de experiências. O passeio pode ser esticado ainda em direção aos sítios e fazendas da região, que oferecem banhos de cachoeira, trilhas, ordenha de vacas e café da tarde com muitas delícias produzidas na roça.

Antigo ícone de Águas de Lindóia, o Balneário Municipal é ponto de encontro de todas as gerações. O prédio, projetado pelo modernista Arthur Bratke, foi inaugurado na década de 50 e ganhou ainda mais glamour com os mosaicos de Livio Abramo e o paisagismo de Burle Marx. Enquanto os pequenos curtem as piscinas e os toboáguas, os idosos não abrem mão das fontes de águas minerais, dos banhos de imersão, das massagens e das confortáveis cadeiras espalhadas pelo jardim, perfeitas para um descanso pós-caminhada.

Depois de gastar tanta energia, é chegada a hora da investir nas guloseimas. Apesar de produzidos em Minas – mas com exclusividade -, os queijos são as estrelas do comércio de Águas de Lindóia. A oferta é variada e reúne do tradicional meia-cura aos sofisticados roquefort, emmenthal e gorgonzola.

Fonte: Férias Brasil

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Águas de Lindóia na CMMC

Conheça Águas de Lindóia na CMMC Time Sharing – Turismo

  • Unidades conjugadas, banheiro, TV, frigobar
  • Piscina
  • Sauna
  • Restaurante
  • Salão de Jogos
  • Quadra

Mural CMMC – Porto de Pedras / AL

Praia do Patacho - AL

Praia do Patacho - AL

Praia do Patacho tem acesso precário, mas exclusividade recompensa.

O charme rústico do cenário que contorna Porto de Pedras e as vilazinhas ao redor faz da região uma das mais encantadoras da Costa dos Corais, entre Maceió e Recife. Na sede do município, as casas centenárias colorem o centrinho; enquanto na praia o destaque fica para o farol, acessível depois de cinco minutos de caminhada íngreme e vista de tirar o fôlego.

Quem segue para o Sul chega à praia do Patacho, uma das mais perfeitas da região, com mar azul clarinho e recifes. O acesso é precário, mas quem enfrenta a estradinha de terra que serpenteia um coqueiral encontra uma paisagem deserta, com pouquíssimas construções à beira-mar. O destino seguinte é a praia do Lage, com coqueiros a perder de vista e razoável movimento na alta temporada.

O passeio segue até à vila de Tatuamunha, com casarões preservados e uma praia quase sempre vazia. O encanto fica por conta do riozinho de águas verdes, frequentado por peixes-boi. O cenário é perfeito para um romântico passeio – a pé ou de barco – durante o pôr-do-sol.